“Eu estava em Nova York com um amigo fotógrafo e ele estava revisando a câmera de seu pai, a Arri SR2, uma câmera de cinema Super 16mm. Dito isso, a gente precisava testar a câmera”. Conforme ele mesmo conta, começou assim o processo de criação do documentário 108th Street, dirigido pelo cineasta Breno Moreira, que você assiste abaixo com exclusividade.

Gravado em Nova York, a produção da Capuri mergulha nas motivações e anseios por trás dos passos de dança de artistas de breakdancing buscando uma poética visual fundida à linguagem documental. Mais do que resgatar de forma didática a história dessa dança, 108th Street se propõe a fazer um retrato íntimo de alguns dançarinos.

No filme, eles contam o que os levou ao break e revelam como a dança de rua lhes permite acessar novas dimensões de si mesmo e do mundo ao redor.

– Eles são pessoas livres, eles escolhem acreditar em si todos os dias. O indivíduo livre tem uma força incrível, acho que esse foi o maior ensinamento – conta o diretor Breno Moreira.